SEE´s Blindadas x SEE´s Alvenaria

A BRVAL fez uma apresentação na Ampla comparando o uso de Subestações em Alvenaria com Subestações Blindadas, demonstrando as enormes vantagens demonstradas para a padronização de Subestações Blindadas.

SEEs-Blindadas-x-SEEs-Alvenaria

Seguem os principais pontos abordados:

Conforme matéria veiculada na Revista Eletricidade Moderna em Março/2011 (baseada em apresentação no SENDI) as SEE´s blindadas proporcionam:

-Maior Confiabilidade ao Sistema Elétrico de Distribuição
-Redução nos custos de análise
-Maior confiança ao consumidor quanto a qualidade e aprovação de projeto da SEE
-Maior segurança ao operador !!!!!!
Para comprovar, a BRVAL trouxe 2 vídeos de arco interno comparando os efeitos:
Vídeo de arco interno de Subestação de entrada de energia (SEE) Convencional
Vídeo de arco interno de Subestação de entrada de energia (SEE) Convencional
Vídeo de arco interno em Subestação de entrada de energia (SEE) Blindada
Vídeo de arco interno em Subestação de entrada de energia (SEE) Blindada

Chamou a atenção o fato que, no primeiro vídeo, o operador fica totalmente exposto a explosão ocorrida pois o mesmo estaria em frente ao equipamento para manobrá-lo. Já no segundo vídeo, ele fica totalmente protegido da explosão, pois ela não causa qualquer efeito na frente da subestação e o acesso traseiro é proibido para a circulação de pessoas.

A BRVAL ainda demonstrou que a SEE tradicional custa quase o mesmo, ao fim das contas, que a SEE Blindada (maiores informações baixe a apresentação completa clicando aqui).

Nossas conclusões, são que a exigência por parte da Concessionária de que o Consumidor utilize subestações blindadas para o recebimento de energia em Média Tensão é um direito garantido pela Aneel.

A padronização de cabines blindadas previamente homologadas pela Concessionária, proporciona inúmeras vantagens sob os pontos de vistas técnicos e de segurança.

A Concessionária Light, que adotou esta padronização desde 2006, ainda conseguiu reduzir a zero os casos de fraudes, que eram muito comuns na subestações em alvenaria.